Off to Montreal

 

mala-sentimento-cronica

E a vida é assim.

Pra quem se deixa viver e sentir.

Pra quem se permite e sai da incrível, aconchegante e sedutora zona de conforto.

A vida é uma constante mudança de rota.

A gente tem que escolher o tempo todo.

E toda a escolha é uma despedida.

 

Eu sempre acreditei que tudo que eu dou pro mundo vem de volta em dobro.

Acredito na energia que a gente troca um com o outro.

Esses dois últimos anos foram tão sensacionais pra mim.

Tanta coisa boa e desafiadora acontecendo na minha volta que eu só posso agradecer.

 

Estamos abraçando uma aventura em terras do norte.

Vamos de mudança pra Montreal . A Montreal da resistência francesa, em plena America do norte.

A Montreal do Hi/Bonjour.

Vamos com o coração e braços abertos.

Vamos em busca do que acreditamos e que queremos pra nossa vida.

Mas isso não quer dizer que a gente não goste do nosso país.

Gostamos e muito. De tudo e de todos.

E é por isso que tem sido, ao mesmo tempo, incrível e doloroso dar esse tchau.

 

Nos mudamos, mas o blog continua aqui para inspirar nossos ordinary days!

Pra ser aquele respiro inspirador do dia.

Talvez até mais interessante, talvez com algum sotaque frânces.

Mas principalmente cheio de novidades desse nosso novo começo.

 

Estamos vendendo muitas coisas legais da nossa casa! Queríamos fazer um grande bazar e abrir a casa para todos, mas como tem muita gente fora e em férias, resolvemos fazer uma lojinha online mesmo. Com a grana dessa venda, vamos montar nossa casinha em Montreal. Acessem aqui! Ainda tem muitas coisas pra entrar. Estamos fazendo a seleção de tudo e fotografando e isso leva um tempo. Até final de fevereiro vai estar tudo no ar.

 

 

Anúncios
Etiquetado , ,

15 pensamentos sobre “Off to Montreal

  1. Lu Rodrigues disse:

    Fê querida!!!
    Pra muitas pessoas pra quem eu conto que também to indo morar fora do país, grande parte diz que eu sou corajosa. Não acho que eu seja corajosa. Pra mim, corajosos são aqueles que não se desafiam, que se acomodam nas suas zonas de conforto onde tudo está dominado e ao mesmo tempo, sem nenhuma graça. Corajoso é quem não vai atrás do que quer, é quem vive de modo medíocre, quem não se deixa surpreender por uma grande mudança como essa que tu ta fazendo.
    Tenho plena certeza que tudo vai dar mais do que certo pra vocês lá e que ter essa coragem de que tanto falam pra deixar tudo e todos aqui pra trás, vai te fazer uma pessoa muito melhor, mais madura, mais sábia e muito mais feliz.
    Vai com fé! Seguirei te acompanhando lá de Sydney.
    Um beijo muito especial

    LuRodrigues

    • blogquintal disse:

      Lu! Quero notícias de Sydney também, hein?! Tô super orgulhosa de ti 😉
      Bjão

    • Lu Rodrigues Permanecer na “mesmice”, como você disse, não é ser menos corajoso, e sim ter coragem para enfrentar o tédio, as alegrias e a zona de conforto e mesmo assim se sentir feliz com as aventuras cotidianas que a vida oferece, sem ter que ir pro exterior pra se sentir melhor que alguém ou menos medíocre que alguém. Fugir da realidade achando que vai encontrar alguma coisa de especial lá fora, tendo todas as oportunidades de ser feliz aqui, bastando apenas lutar pelo o que deseja, isso sim é medíocre. Ir pra fora pra mudar de ambiente, ter outras oportunidades de trabalho, passear e voltar é uma coisa bem legal, agora abandonar a família que o que temos de mais precioso e achar que vai ser feliz lá é ridículo, pode até se enganar por um tempo, escrever o que quiser, mas no fundo, a verdade é que ninguém até hoje conseguiu ser feliz longe da família, pode talvez ficar longe de problemas que algumas causam, agora feliz sem elas, acho impossível. Minha vida é assim, Brasil, escola, violência, trabalhos que nem sempre nos dão exatamente o que queremos, mas este é o meu país, aqui está minha FAMÍLIA, E ISSO É O QUE IMPORTA. Você tem todo direito de ir buscar coisas diferentes, mas não tem o direito de falar que ficar na zona de conforto ou na “mesmice” de sempre é medíocre, cada um sente-se feliz da maneira que acha melhor. A felicidade é única e individual, se você acha que vai ser feliz longe da família é um escolha sua, isso não faz de você mais ou menos medíocre que alguém.

  2. Miriam disse:

    Olá! gostaria muito de adquirir o livro da Martha Stewwart

  3. Débora disse:

    Fer
    Posso encomendar coisas por aqui?
    Minha listinha:
    DVD O Fabuloso Destino de Amèlie Poulain R$ 20
    Por Favor Cuide da Mamãe, Kyung Sook Shin R$ 12
    A Alquimia dos Sabores, João Curvo R$ 7
    Sobre Homens e Lagostas, Elizabeth Gilbert R$ 2
    Sete Anos no Tibet, Heinrich Harrer R$ 2

    Eu trabalho no Iguatemi. Podemos marcar de entregar lá?

    Bjos

  4. Camila disse:

    Bonne courage, Fê! Que nesta nova etapa vc faça mais o que te faz sorrir e que a leveza e a simplicidade afaguem seus dias e encham seu coração de gratidão! Na torcida por vc! Beijocas

  5. Eliana disse:

    Fe,
    “Um dia é preciso parar de sonhar e de algum modo partir’
    Migrar é iniciar um processo profundo de autoconhecimento, corrente que não se esgota. Pela primeira vez viramos criança de novo, precisamos ter humildade para aprender o que já julgávamos saber bem. Nem te desejo fé porque sei que te sobra, fé na energia transformadora que nos ronda.
    Nem olhar atento, porque já tens e vemos pelo que percebe da vida e compartilha com todos.
    Assim que abrimos essa porta, nunca mais nossa vida é a mesma. Amém. Ninguém aguenta um eterno mesmo lugar, uma história sem movimento.
    Muitas pessoas iluminadas e encontros inesperados estão aguardando vocês.
    Alegria para aprender. Nada jamais continua, tudo vai recomeçar, já diria nosso poeta Mário Quintana.
    Um grande beijo, Nos vemos lá.
    Nossa casa em Toronto – quando existir- estará aberta para vocës explorarem a cidade.

    Eliana

    • blogquintal disse:

      Eliana querida! Tu foi uma dessas pessoas inesperadas que apareceram na minha vida! Me identifico muito contigo 😉 E fico muito feliz por ter vocês lá pertinho também! Vamo que vamo!! Boa chegada pra vocês também! Bjão!

  6. Eliana disse:

    Escrevi no Oi Toronto, o site brasileiro mais acessado de lá, lembrei desse artigo, quando fomos pela primeira vez aterrissar numa cidade que não conhecíamos.
    Para inspirar o vôo!

    http://oitoronto.com.br/16792/tripulacao-preparar-para-a-decolagem/

    Beijos!

  7. Danielle disse:

    Definitivamente de todos os blogs de culinária, o teu é o melhor! Já fiz várias receitas e todas ficaram perfeitas. O que são seu bolos? Perfeitos!!! São as melhores receitas! Sempre entro aqui pra ver se tem receita nova. Espero que nunca desative o blog, porque sempre venho pegar idéias! Beijos😘😘😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: